quarta-feira, 23 de novembro de 2011

cancões da minha vida

aos vinte eu cante e cantei com gosto:

"Nem por você Nem por ninguém Eu me desfaço Dos meus planos Quero saber bem mais Que os meus 20 E poucos anos..."

aos 25 cantei:

"Tenho 25 anos de sonho e de sangue E de América do Sul Por força desse destino O tango argentino me vai bem melhor que o blues"

e agora eu canto daqui a pouco:

"e aos vinte e nove com o retorno de Saturno, decidi começar a viver"

mas não quero cantar aos 30, já chega já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário